«

»

Jan 04

Print this Post

A Primavera – Maus Fígados!

A Primavera é um novo começo, é a época do ano para “levantar-se cedo com sol” e “caminhar a passos largos” que, como diz Nei Jing (1º Clássico de MTC com mais de 4 mil anos), são atividades Yang, refletindo a natureza ascendente e ativa da Primavera da qual surge o movimento Madeira. Este é o novo estágio Yang do ciclo das energias. A fase Madeira é expansiva, alegre explosiva. Está associada ao vigor, à procriação, à juventude, ao crescimento e ao desenvolvimento.

Ao elemento Madeira temos os órgãos Fígado e Vesícula Biliar associados, bem como a cor verde, sabor ácido e emoção irritabilidade.

Com a chegada desta nova estação, entramos também na época das alergias. “木火刑金” – significa, na MTC, que o Fogo alimentado pela Madeira pode atacar o Metal cujo órgão que está associado é o Pulmão, ficando desta forma enfraquecido e mais apto a alergias e problemas respiratórios, ao controlar a elevada energia do Fígado evitamos o ataque do sistema respiratório.

De facto, para a Medicina Tradicional Chinesa, o fígado desempenha um papel fundamental – encontra-se estreitamente ligado com a vesícula biliar (responsável pela postura e pelas decisões), com os olhos (sentido da visão), ombros, joelhos e tendões (flexibilidade), unhas seios e todo o aparelho reprodutor feminino, sendo o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim é para o homem. É o fígado que comanda o fluxo do Qi (energia) e Sangue por todo o corpo e qualquer desequilíbrio neste órgão terá fortes consequências.

Os problemas ligados ao fígado podem resultar de duas situações:

  1. Bloqueio/estagnação do fluxo do Qi e Sangue do fígado que tem frequentemente uma influência negativa a nível emocional. Como é o órgão que atua sobre o equilíbrio emocional, é o seu livre fluxo que irá influenciar a nossa capacidade de resposta aos desafios, aos estímulos afetivos e emocionais de forma contínua. Por outro lado um bloqueio da sua energia e sangue pode manifestar-se através de sintomas como a tensão muscular, dores menstruais.

 

  1. Excesso de energia do fígado que ascende à cabeça (sentimentos de raiva, enxaquecas, olhos vermelhos com ardor e lacrimação, vertigens).

O equilíbrio do Qi do fígado é, por isso, essencial e premente para o nosso bem-estar e equilíbrio emocional.

Dependendo dos problemas relacionados com o Qi do fígado, a Medicina Tradicional Chinesa apresenta várias opções terapêuticas, totalmente eficazes, que nos ajudam a restituir o equilíbrio do fluxo energético e, consequentemente, o equilíbrio emocional.

Os principais tratamentos são sessões de acupuntura acompanhadas com medidas personalizadas de fitoterapia.

6Spring Dream

Permanent link to this article: http://ctcportugal.com/o-inverno-na-medicina-tradicional-chinesa/